Antonio Dias


ADias Stítulo 1998 65 x 194 cm

ANTÔNIO DIAS
SEM TÍTULO, 1998
65 X 194 CM

information about this work informações sobre esta obra
A Dias - 180 x 25 cm

ANTÔNIO DIAS, 1988
TUBO DE PVC COM COLAGEM DE VINIL
180 X 25 CM

information about this work informações sobre esta obra
Antonio Dias - Sem título, 2011

Antonio Dias
Sem título, 2011
180 x 240 cm

information about this work informações sobre esta obra

Antônio Dias, 1944, Campina Grande, PB, Brasil.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Tendo chegado ao Rio de Janeiro em 1958, fez seus primeiros estudos com Oswaldo Goeldi na Escola Nacional de Belas Artes. Realizou exposição na Galeria Relevo em 1964, ano em que conquistou isenção de júri no Salão Nacional de Arte Moderna. Artista de vanguarda, marcou seu espaço em nível internacional como um dos nomes mais importantes de sua geração. A partir dos anos 60, passou a alternar seu tempo entre o Brasil e a Europa, onde também expõe regularmente sua obra. Entre suas exposições mais recentes, merecem destaque: em 1999, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian (retrospectiva), Lisboa, e Galerie Walter Storms, Munique; em 2000, Museu de Arte Moderna da Bahia e Museu de Arte Contemporânea de Curitiba (PR); em 2001, Museu de Arte Moderna de São Paulo. Sua participação é intensa em coletivas e bienais (da Bienal de São Paulo participou várias vezes a partir de 1981). Em 1987 Roberto Pontual escreveu a seu respeito: “Sua obra alarga-se com ações de pensar, oriundas somente de indicações, disparos em todos os sentidos. Nenhuma direção única diante das telas negras ou dos espaços vertiginosos de poeira cósmica. (…) A adaga da ambigüidade corta a vida em mil pedaços para transformá-los em mil pedaços de arte”.

Currículo completo

Antônio Dias, 1944, Campina Grande, PB, Brasil.
Vive e trabalha no [lives and works in] Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

exposições individuais selecionadas / selected solo exhibitions
2013 Antonio Dias, Celma Albuquerque Galeria de Arte, Belo Horizonte, Brasil.
Para onde vai a libido? Múltiplo Espaço de Arte, Rio de Janeiro, Brasil.
2012 In Conversation: Hans-Michael Herzog and Antonio Dias. Museum of Fine Arts, Houston, EUA.
2010 Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil.
Anywhere is my Land, Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Casa de Cultura Laura Alvim, Rio de Janeiro, Brasil.
2009 Anywhere is my land. Daros-Latinamerica, Zurique, Suíça.
2007 Trabalhos Recentes/Recent Works, Paulo Darzé Galeria de Arte, Salvador, Bahia.
2005 Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
2004 Antonio Dias, Galeria Silvia Cintra, Rio de Janeiro, Brasil.
Antonio Dias 2 + 2, Galeria Artur Fidalgo, Rio de Janeiro, Brasil.
2002 Antonio Dias: O País Inventado, Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, Recife, Brasil.
Múltiplos, Mercedes Viegas Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil.
2001 Antonio Dias: O País Inventado, MAM, São Paulo; MAM, Rio de Janeiro; Museu Vale do Rio Doce, Vila Velha; ECCO, Brasília; Museu de Arte Contemporânea de Fortaleza, Brasil.
2000 Antonio Dias na Coleção João Sattamini, Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Niterói, Brasil.
Antonio Dias: O País Inventado, MAM, Bahia, e Casa Andrade Muricy, Curitiba, Brasil.
1999 Antologia 1965-1999, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, Portugal.
1996 New Acquisitions, Ludwig Museum, Colônia, Alemanha.
1994 Fundação Ursula Blickle, Kraichtal, Alemanha.
Institut Mathildenhöhe, Darmstadt, Alemanha.
1988 Staatliche Kunsthalle, Berlim, Alemanha.
1985 Taipei Fine Arts Museum, Taiwan.
1984 Städtische Galerie im Lenbachhaus, Munique, Alemanha.
1965 Galeria Houston-Brown, Paris, França.
IV Bienal de Paris, Paris, França.

exposições coletivas selecionadas / selected group exhibitions
2013 América do Sul, a pop arte das contradições, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil.
Arte & política: enfrentamentos, combates e resistências. Memorial Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, Brasil.
As tramas do tempo na arte contemporânea: estética ou poética? Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil.
O agora, o antes: uma síntese do acervo do MAC, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.
O colecionador, Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil.
Vontade construtiva, Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil.
O abrigo e o terreno, Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil.
Pop, Realismi e Politica. Galleria d’Arte Moderna e Contemporanea, Bergamo, Itália.
Circuitos cruzados, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Order, chaos, and the space between. Phoenix Art Museum, Phoenix, EUA.
Open work. Hunter College, Nova Iorque, EUA.
2012 Gil 70. Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
Arte Contemporânea Brasileira: Coleções João Sattamini e Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Niterói, Brasil.
Más allá de la xilografía. Museo de la Solidariedad Salvador Allende, Santiago, Chile.
Aberto fechado: caixa e livro na arte brasileira, Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil
Trienal Poli/Gráfica de San Juan, San Juan, Porto Rico
Exercícios de olhar, Museu Lasar Segall, São Paulo, Brasil.
Pop, realismos y política, Fundación PROA, Buenos Aires, Argentina.
2011 O colecionador de sonhos, Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil.
12th Istanbul Biennial, Istambul, Turquia.
2010 29ª Bienal de São Paulo, Fundação Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Versões do modernismo na Coleção Tuiuiu. Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, Brasil.
Entre desejos e utopias, Galeria A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, Brasil.
Río experimental: más allá del arte, el poema y la acción, Fundación Botín-Villa Iris, Santander, Espanha.
2009 After utopia. Centro per l’Arte Contemporanea Luigi Pecci, Prato, Itália.
2008 Face to Face, Part 2, The Daros Collections, Daros Exhibitions, Zurique, Suíça.
2007 Face to Face, Part 1, The Daros Collections, Daros Exhibitions, Zurique, Suíça.
Arte e Ousadia – o Brasil na Coleção Sattamini, MASP, São Paulo, Brasil.
2006 Dor, Forma e Beleza, na Estação Pinacoteca, São Paulo, Brasil.
Entre a Palavra e a Imagem, no ECCO – Espaço Cultural Contemporâneo, Brasília, Brasil.
Sites of Sculpture in Modern Brazil, Henry Moore Institute, Leeds, UK.
Tropicália: A Revolution in Brazilian Culture, Barbican Center, em Londres.
2005 Arte em Metrópolis, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, Brasil.
Artecontemporânea, Mercedes Viegas Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil.
O Corpo na Arte Contemporânea, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
Mútiplos, Galeria Arte 21, Rio de Janeiro, Brasil.
2004 Beyond Geometry: Experiments in Form 1940s – 70s, Los Angeles County Museum of Art, Los Angeles, EUA.
Inverted Utopias: Avant-Garde Art in Latin América, Museum of Fine Art of Houston, Houston, EUA.
Arte Contemporânea Brasileira nas Coleções do Rio, MAM, Rio de Janeiro, Brasil.
MoMA at El Museo: Latin American and Caribbean Art from the Collection of The Museum of Modern Art, Museo del Barrio, Nova York, EUA.
2003 Aproximações do Espírito Pop 1963-1968, MAM, São Paulo, Brasil.
Fronteras-Limites – Bordes/Grenzen, Universidad Arcis/daad, Santiago do Chile, Chile.
2002 Antonio Dias, Nelson Felix, Celma Albuquerque Galeria de Arte, Belo Horizonte, Brasil.
Lucio Fontana – A Ótica do Invisível, CCBB Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, Brasil.
Identidades, MAM, Rio de Janeiro, Brasil.
Paralela – A Contemporary Show Parallel to the XXV Bienal, São Paulo, Brasil.
Atelier Finep, no Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
Paralelos, MAM, Rio de Janeiro, Brasil.
2001 Participa de Experiências / Experiences, no Museum of Modern Art, Oxford, Reino Unido.
2000 MIT List Visual Arts Center, Massachusetts, EUA.
Miami Art Museum, Miami, EUA.
Heterotopías: Medio Siglo Sin Lugar, 1918-1968, Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madri, Espanha.
Spanning An Entire Ocean, Culturgest, Lisboa, Portugal.
Mostra do Redescobrimento, São Paulo, Brasil.
Icon+Grid+Void: Art of the Americas from The Chase Manhattan Collection, Americas Society Art Gallery, Nova York, EUA.
Arte Conceitual e Conceitualismos: Anos 70, Museu de Arte Contemporânea/USP, São Paulo.
1999 Global Conceptualism: Points of Origin, 1950s-1980s, Queens Museum of Art, Nova York, EUA.
Walker Art Center, Mineápolis, EUA.
Das Vanguardas ao Fim do Milênio, Culturgest, Lisboa, Portugal.
1998 XXIV Bienal Internacional de São Paulo, São Paulo, Brasil.
The Costantini Collection, MAM, Rio de Janeiro, Brasil.
Poéticas da Cor, Centro Cultural Light, Rio de Janeiro, Brasil.
Moderno e Contemporâneo na Arte Brasileira, MAM, São Paulo, Brasil.
1997 Re-Aligning Vision: Alternative Currents in South American Drawing, Museo del Barrio, Nova York, EUA.
1994 XXII Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil.
1992 Bilderweit Brasilien, Kunsthaus, Zurique, Alemanha.
Latin American Artists in the Twentieth Century, Ludwig Museum, Colônia,Alemanha.
MoMA, Nova York, EUA.
1990 Gegenwart/Ewigkeit, Martin-Gropius-Bau, Berlim, Alemanha.
1986 Prospect 86, Kunstverein, Frankfurt , Alemanha.
1985 A Generation of Italian Art, Finlândia.
1984 An International Survey of Recent Painting and Sculpture, MoMA, New York, EUA.
1980 39° Biennale di Venezia, Veneza, Itália.
XVI Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil.
1971 6th International Exhibition, no Guggenheim Museum, Nova York, EUA.
1968 Dialogue Between the East and the West, Museu Nacional de Arte Moderna, Tóquio, Japão.
1965 Opinião 65, no MAM, Rio de Janeiro, Brasil.

obra em coleções / works in collections
Centro Studi e Archivio della Communicazione, Università di Parma, Parma, Itália.
Daros Collection, Zurique, Suíça.
Fondazione Marconi, Milão, Itália.
Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
Ludwig Museum, Colônia, Alemanha.
Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires, Buenos Aires, Argentina.
Museu de Arte Contemporânea / Coleção Sattamini, Niterói, Brasil.
Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba, Brasil.
Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, São Paulo, Brasil.
Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães, Recife, Brasil.
Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.
Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil.
Museum of Modern Art, Nova Iorque, EUA.
Pinacoteca de Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Städtische Galerie im Lenbachhaus, Munique, Alemanha.

Full curriculum

Antônio Dias, 1944, Campina Grande, PB, Brasil.
Vive e trabalha no [lives and works in] Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

exposições individuais selecionadas / selected solo exhibitions
2013 Antonio Dias, Celma Albuquerque Galeria de Arte, Belo Horizonte, Brasil.
Para onde vai a libido? Múltiplo Espaço de Arte, Rio de Janeiro, Brasil.
2012 In Conversation: Hans-Michael Herzog and Antonio Dias. Museum of Fine Arts, Houston, EUA.
2010 Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil.
Anywhere is my Land, Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Casa de Cultura Laura Alvim, Rio de Janeiro, Brasil.
2009 Anywhere is my land. Daros-Latinamerica, Zurique, Suíça.
2007 Trabalhos Recentes/Recent Works, Paulo Darzé Galeria de Arte, Salvador, Bahia.
2005 Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
2004 Antonio Dias, Galeria Silvia Cintra, Rio de Janeiro, Brasil.
Antonio Dias 2 + 2, Galeria Artur Fidalgo, Rio de Janeiro, Brasil.
2002 Antonio Dias: O País Inventado, Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, Recife, Brasil.
Múltiplos, Mercedes Viegas Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil.
2001 Antonio Dias: O País Inventado, MAM, São Paulo; MAM, Rio de Janeiro; Museu Vale do Rio Doce, Vila Velha; ECCO, Brasília; Museu de Arte Contemporânea de Fortaleza, Brasil.
2000 Antonio Dias na Coleção João Sattamini, Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Niterói, Brasil.
Antonio Dias: O País Inventado, MAM, Bahia, e Casa Andrade Muricy, Curitiba, Brasil.
1999 Antologia 1965-1999, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, Portugal.
1996 New Acquisitions, Ludwig Museum, Colônia, Alemanha.
1994 Fundação Ursula Blickle, Kraichtal, Alemanha.
Institut Mathildenhöhe, Darmstadt, Alemanha.
1988 Staatliche Kunsthalle, Berlim, Alemanha.
1985 Taipei Fine Arts Museum, Taiwan.
1984 Städtische Galerie im Lenbachhaus, Munique, Alemanha.
1965 Galeria Houston-Brown, Paris, França.
IV Bienal de Paris, Paris, França.

exposições coletivas selecionadas / selected group exhibitions
2013 América do Sul, a pop arte das contradições, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil.
Arte & política: enfrentamentos, combates e resistências. Memorial Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, Brasil.
As tramas do tempo na arte contemporânea: estética ou poética? Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil.
O agora, o antes: uma síntese do acervo do MAC, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.
O colecionador, Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil.
Vontade construtiva, Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil.
O abrigo e o terreno, Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil.
Pop, Realismi e Politica. Galleria d’Arte Moderna e Contemporanea, Bergamo, Itália.
Circuitos cruzados, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Order, chaos, and the space between. Phoenix Art Museum, Phoenix, EUA.
Open work. Hunter College, Nova Iorque, EUA.
2012 Gil 70. Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
Arte Contemporânea Brasileira: Coleções João Sattamini e Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Niterói, Brasil.
Más allá de la xilografía. Museo de la Solidariedad Salvador Allende, Santiago, Chile.
Aberto fechado: caixa e livro na arte brasileira, Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil
Trienal Poli/Gráfica de San Juan, San Juan, Porto Rico
Exercícios de olhar, Museu Lasar Segall, São Paulo, Brasil.
Pop, realismos y política, Fundación PROA, Buenos Aires, Argentina.
2011 O colecionador de sonhos, Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil.
12th Istanbul Biennial, Istambul, Turquia.
2010 29ª Bienal de São Paulo, Fundação Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Versões do modernismo na Coleção Tuiuiu. Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, Brasil.
Entre desejos e utopias, Galeria A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, Brasil.
Río experimental: más allá del arte, el poema y la acción, Fundación Botín-Villa Iris, Santander, Espanha.
2009 After utopia. Centro per l’Arte Contemporanea Luigi Pecci, Prato, Itália.
2008 Face to Face, Part 2, The Daros Collections, Daros Exhibitions, Zurique, Suíça.
2007 Face to Face, Part 1, The Daros Collections, Daros Exhibitions, Zurique, Suíça.
Arte e Ousadia – o Brasil na Coleção Sattamini, MASP, São Paulo, Brasil.
2006 Dor, Forma e Beleza, na Estação Pinacoteca, São Paulo, Brasil.
Entre a Palavra e a Imagem, no ECCO – Espaço Cultural Contemporâneo, Brasília, Brasil.
Sites of Sculpture in Modern Brazil, Henry Moore Institute, Leeds, UK.
Tropicália: A Revolution in Brazilian Culture, Barbican Center, em Londres.
2005 Arte em Metrópolis, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, Brasil.
Artecontemporânea, Mercedes Viegas Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil.
O Corpo na Arte Contemporânea, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
Mútiplos, Galeria Arte 21, Rio de Janeiro, Brasil.
2004 Beyond Geometry: Experiments in Form 1940s – 70s, Los Angeles County Museum of Art, Los Angeles, EUA.
Inverted Utopias: Avant-Garde Art in Latin América, Museum of Fine Art of Houston, Houston, EUA.
Arte Contemporânea Brasileira nas Coleções do Rio, MAM, Rio de Janeiro, Brasil.
MoMA at El Museo: Latin American and Caribbean Art from the Collection of The Museum of Modern Art, Museo del Barrio, Nova York, EUA.
2003 Aproximações do Espírito Pop 1963-1968, MAM, São Paulo, Brasil.
Fronteras-Limites – Bordes/Grenzen, Universidad Arcis/daad, Santiago do Chile, Chile.
2002 Antonio Dias, Nelson Felix, Celma Albuquerque Galeria de Arte, Belo Horizonte, Brasil.
Lucio Fontana – A Ótica do Invisível, CCBB Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, Brasil.
Identidades, MAM, Rio de Janeiro, Brasil.
Paralela – A Contemporary Show Parallel to the XXV Bienal, São Paulo, Brasil.
Atelier Finep, no Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
Paralelos, MAM, Rio de Janeiro, Brasil.
2001 Participa de Experiências / Experiences, no Museum of Modern Art, Oxford, Reino Unido.
2000 MIT List Visual Arts Center, Massachusetts, EUA.
Miami Art Museum, Miami, EUA.
Heterotopías: Medio Siglo Sin Lugar, 1918-1968, Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madri, Espanha.
Spanning An Entire Ocean, Culturgest, Lisboa, Portugal.
Mostra do Redescobrimento, São Paulo, Brasil.
Icon+Grid+Void: Art of the Americas from The Chase Manhattan Collection, Americas Society Art Gallery, Nova York, EUA.
Arte Conceitual e Conceitualismos: Anos 70, Museu de Arte Contemporânea/USP, São Paulo.
1999 Global Conceptualism: Points of Origin, 1950s-1980s, Queens Museum of Art, Nova York, EUA.
Walker Art Center, Mineápolis, EUA.
Das Vanguardas ao Fim do Milênio, Culturgest, Lisboa, Portugal.
1998 XXIV Bienal Internacional de São Paulo, São Paulo, Brasil.
The Costantini Collection, MAM, Rio de Janeiro, Brasil.
Poéticas da Cor, Centro Cultural Light, Rio de Janeiro, Brasil.
Moderno e Contemporâneo na Arte Brasileira, MAM, São Paulo, Brasil.
1997 Re-Aligning Vision: Alternative Currents in South American Drawing, Museo del Barrio, Nova York, EUA.
1994 XXII Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil.
1992 Bilderweit Brasilien, Kunsthaus, Zurique, Alemanha.
Latin American Artists in the Twentieth Century, Ludwig Museum, Colônia,Alemanha.
MoMA, Nova York, EUA.
1990 Gegenwart/Ewigkeit, Martin-Gropius-Bau, Berlim, Alemanha.
1986 Prospect 86, Kunstverein, Frankfurt , Alemanha.
1985 A Generation of Italian Art, Finlândia.
1984 An International Survey of Recent Painting and Sculpture, MoMA, New York, EUA.
1980 39° Biennale di Venezia, Veneza, Itália.
XVI Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil.
1971 6th International Exhibition, no Guggenheim Museum, Nova York, EUA.
1968 Dialogue Between the East and the West, Museu Nacional de Arte Moderna, Tóquio, Japão.
1965 Opinião 65, no MAM, Rio de Janeiro, Brasil.

obra em coleções / works in collections
Centro Studi e Archivio della Communicazione, Università di Parma, Parma, Itália.
Daros Collection, Zurique, Suíça.
Fondazione Marconi, Milão, Itália.
Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
Ludwig Museum, Colônia, Alemanha.
Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires, Buenos Aires, Argentina.
Museu de Arte Contemporânea / Coleção Sattamini, Niterói, Brasil.
Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba, Brasil.
Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, São Paulo, Brasil.
Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães, Recife, Brasil.
Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.
Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil.
Museum of Modern Art, Nova Iorque, EUA.
Pinacoteca de Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Städtische Galerie im Lenbachhaus, Munique, Alemanha.