EFE GODOY – ESTRANHO FAMILIAR – MAR 19


7
4
1
2
3
5
6
9
10
11
12

A Celma Albuquerque Galeria de Arte apresenta a partir do dia 16 de março a exposição individual “Estranho Familiar”, do artista mineiro Efe Godoy.

Revelado pelo projeto Bolsa Pampulha em 2015/2016, Efe Godoy desenvolve uma pesquisa efervescente envolvendo as linguagens do desenho, objeto e performance. Seu trabalho mais conhecido é uma performance na qual o artista usa uma cabeça de capivara e perambula pela cidade. Tal hibridismo homem/animal está presente também na maioria de seus desenhos e objetos.

Atento ao cotidiano que lhe cerca, Efe Gogoy captura uma série de elementos que lhe chamam a atenção e, como uma mágica do acaso – como ele mesmo se refere a esses encontros – tais elememtos vão tomando lugar na sua obra. Desta maneira, cabeças de animais, troncos de árvores, plantas, roupas, brinquedos e objetos diversos vão compondo as obras/sonhos e esses sonhos vão se materializando pelo traço sensível do artista.

Efe Godoy parece construir aos poucos um infinito alfabeto particular em que coisas, seres e palavras vão tecendo uma espécie de cotidiano paralelo ao nosso. Esses novos seres que vão surgindo, seja na superfície do papel, seja na profusão das performances parecem possuir vida própria e pertencer a uma outra dimensão espaço- temporal. É justamente aí que a obra ganha força: através do reconhecimento de algo que nos é familiar mas que, no entanto, nos parece estranho. Não é assim que se dá a ordem dos sonhos?

A exposição pretende mostrar a diversidade da produção do artista na qual todos os elementos presentes se conectam formando um grande campo onírico em permanente construção.

Para a exposição está prevista uma perfomance em que o artista passará longos períodos no espaço expositivo da galeria produzindo sua obras/sonhos. Desta forma o visitante poderá ter contato com a obra do artista de uma forma mais ampla, o que potencializará ainda mais sua proposta.