Leda Catunda – Projeto Night Club
set - out 2015


_DSC2392
_DSC2394
_DSC2402
_DSC2431
_DSC2407
_DSC2398

Intitulada Leda Catunda – Projeto Night Club, a nova exposição da artista, na Galeria Celma Albuquerque, apresenta gravuras, pinturas e um papel de parede estampado com desenhos que servem de estrutura a várias obras, sobretudo à série de gravuras que empresta o nome à mostra.
Leda Catunda revisita sua trajetória através da síntese de formas orgânicas, representantes de um vocabulário particular da artista – marcado por contornos arredondados e macios. A repetição desses padrões expande-se da parede às obras, multiplicando-se nas gravuras e ganhando corpo nas pinturas. Através desse movimento, Leda explicita um sentido de unidade entre as diferentes linguagens que vem desenvolvendo ao longo de sua carreira.
Produzidas na Inglaterra, em 2014, a série Projeto Night Club contempla oito gravuras de cores vibrantes, realizadas em xilogravura sobre impressão em polímero e papel Hahnemühle.
Leda Catunda nasceu em São Paulo em 1961, onde vive e trabalha. Entre suas exposições individuais, destaca-se a mostra Pinturas Recentes, no Museu Oscar Niemeyer (Curitiba, 2013) e que itinerou também para o MAM Rio (Rio de Janeiro, 2013); além de Leda Catunda: 1983-2008, mostra retrospectiva realizada na Estação Pinacoteca (São Paulo, 2009). Uma das expoentes da chamada Geração 80, a artista esteve nas antológicas Como Vai Você, Geração 80?, Parque Lage (Rio de Janeiro, 1984); e Pintura como Meio, MAC-USP (São Paulo, 1983). Sua carreira inclui ainda participações em três Bienais de São Paulo (1994, 1985 e 1983), além da Bienal do Mercosul (Porto Alegre, 2001) e da Bienal de Havana (Cuba, 1984). Sua obra está presente em diversas coleções públicas, como: Instituto Inhotim (Brumadinho); MAM Rio de Janeiro; Fundação ARCO (Madrid, Espanha); Stedelijk Museum (Amsterdã, Holanda); além de Pinacoteca do Estado, MAC-USP, MASP, MAM (todas de São Paulo).