Projeto fachada: Eder Santos – Dogville
jan - fev 2012


PROJETO FACHADA: EDER SANTOS - DOGVILLE, 2012

PROJETO FACHADA: EDER SANTOS
DOGVILLE, 2012

Eder Santos - Dogville, 2012
Eder Santos - Dogville, 2012
Eder Santos - Dogville, 2012
Eder Santos - Dogville, 2012

Em “Dogville”, cães de estimação ficam presos na imagem, mas quem realmente está preso é quem está fora. Do suporte TV para o suporte da arquitetura, a obra adquire novas poéticas e um público em trânsito. Antes “aprisionados” no interior de televisores, as imagens redimensionadas dos cães, nesse caso, podem ter o efeito imediato de um outdoor para o espectador que passar desavisado, inspirando deslocamentos de sentido e um certo estranhamento com a imagem e a sua dimensão. Segundo pesquisas de marketing, as imagens de cachorros- assim como de bebês-, são consideradas as mais capazes de cativar os afetos do público. Além disso, cães são figuras populares também nos quarteirões da zona sul carioca, e uma fonte generosa de metáforas humanizadas. A obra do artista também faz indagar sobre a sua potência num espaço heteróclito. Qual o lugar do vídeo? Qual o limite da imagem? O vídeo, assim como a urbe imensa, expõe-se em fluxos de tempo, podendo descondicionar automatismos e renovar o olhar do espectador que percebe a cidade sempre de passagem.