VOLUMETRIAS – SET 17


IMG_8400
IMG_8403
IMG_8404
IMG_8405
IMG_8406
IMG_8408
IMG_8409
IMG_8413
IMG_8414
IMG_8415
IMG_8416
IMG_8417
IMG_8418
IMG_8420
IMG_8413
IMG_8255
IMG_8228

VOLUMETRIAS

Exposição Coletiva

A exposição coletiva Volumetrias apresenta obras dos artistas Beth Jobim, José Bechara, José Bento, Raul Mourão e Waltercio Caldas.

O conceito de volumetria na arquitetura pode ser definido como um conjunto de dimensões que determinam o volume de uma construção.

Na exposição Volumetrias podemos ver um conjunto de obras/volumes que, de forma simultânea e intrínseca, determinam não só suas próprias dimensões como também reconfiguram e redimensionam o espaço arquitetônico no qual estão inseridos.

As obras, ao mesmo tempo que apresentam similitudes formais e construtivas, diferem-se quanto aos seus distintos modos de inserção no espaço: equilíbrio, acúmulo, movimento, tensão, peso e cromatismo.

Desta forma podemos observar que a ocupação espacial imposta pelas obras transita entre o bidimensional e o tridimensional, numa tensão entre o chão e a parede de onde parecem sempre surgir.

Ao observarmos essas obras/volumetrias, podemos também percebê-las como contra-formas delas mesmas, uma vez que os espaços vazios que se formam entorno, dentro ou mesmo fora delas parecem reconfirmar suas presenças no espaço expositivo. Poderíamos pensar que cada uma dessas obras/volumes, à sua maneira, apresenta um código próprio e uma forma de dialogar com a arquitetura.

Seriam estas as estratégias para que as mesmas se façam ver no espaço?